Mindfulness para Escolas (PME)

E se pudéssemos incluir nas práticas escolares algo que permitisse simultaneamente desenvolver a capacidade de foco e de atenção; a capacidade de regulação emocional; a compaixão e empatia bem como a capacidade de relaxamento e bem-estar?

 

O Programa de Mindfulness para Escolas (PME) do Ser Integral: Centro Português de Mindfulness introduz práticas de mindfulness na rotina da sala de aula, dando ferramentas a alunos e professores para desenvolver todas as capacidades mencionadas e criar na sala de aula um ambiente propício à aprendizagem.

 

Mindfulness ou atenção plena é a nossa capacidade de estar no momento presente com curiosidade, aceitação e sem julgamentos. Esta prática ajuda-nos a lidar de forma mais presente com os desafios do dia-a-dia, com o stress, ansiedade e emoções que interferem com o nosso bem-estar.

 

Em todo o mundo já há mais de 300.000 crianças e adolescentes a beneficiar destas práticas (fonte: www.mindfulschools.org). E se a sua escola também fizesse parte deste grupo?


 

Classroom 300

 

O Mindfulness é utilizado desde a década de 70 como prática terapêutica em diversos contextos (saúde, empresas, educação) e tem demonstrado resultados comprovados no aumento do bem-estar físico e psicológico. A investigação em neurociência comprova a utilidade da utilização deste tipo de abordagens na Educação.

 

Quantas vezes pedimos aos alunos para prestar atenção? E quantas vezes dedicamos um momento a mostrar como se faz?

 

Nas sessões de mindfulness na sala de aula, os alunos treinam o seu “músculo da atenção”: ouvir um som até ao fim; prestar atenção às sensações do corpo; reparar como se está a sentir agora, etc. Ao longo do Programa estas práticas vão sendo interiorizadas e integradas no dia-a-dia das crianças/adolescentes, dando-lhes uma maior consciência do seu foco, dos seus padrões de pensamento e uma maior presença nas situações que vive no agora.

 

A prática de mindfulness contribui também para reduzir os níveis de stress e melhorar a capacidade de regulação emocional. Reduzir o stress nas escolas é fundamental para criar ambientes favoráveis à aprendizagem. Se estamos nervosos ou agitados o nosso cérebro não pode aprender novos conteúdos nem aceder à informação que já tem armazenada. Entra em modo automático reagindo às situações de forma impulsiva. Com a prática de mindfulness vamos criar um espaço entre a situação desafiante que estamos a viver para, em vez de reagirmos, respondermos de forma consciente. Abre-se o caminho para uma maior integração da experiência interna e externa.

 

O Programa de Mindfulness trabalha também valores como a generosidade e a gratidão. Estudos revelam que este tipo de práticas contribui para o nosso bem-estar e felicidade bem como para o daqueles que nos rodeiam. São, sem dúvida, ingredientes indispensáveis para pessoas mais empáticas, presentes e cooperantes.

 

 

Exemplos de aplicações do programa Mindful Schools em sala de aula:

 

 

 

 

Documentário Healthy Habits of Mind (Hábitos Saudáveis da Mente) (45 mins):

 

http://www.mindfulschools.org/resources/healthy-habits-of-mind/

 

 

Estrutura do Programa:

 

Curriculum de Mindfulness em sala de aula (5 aos 18 anos)

 

Inclui:

:: 8 sessões de 30 minutos 1x/semana

:: material de apoio para alunos

:: material de apoio para professores

:: material de apoio para pais (opcional)

:: chime para turma

:: sessão de apresentação para professores (2h)

:: sessão de apresentação para pais (2h)

:: sessão de follow-up com professores (2h)

:: relatório de avaliação

* o Programa não requer nenhum material adicional por parte da escola e será aplicado em contexto de sala de aula na presença do professor(a) responsável.

** a avaliação do Programa requer o preenchimento de questionários pré/pós-teste por parte de alunos e professores

 

 

O QUE DIZEM OS ALUNOS:

:: Em que é que o Mindfulness te ajudou?

“Ficar mais calmo”; “Saber onde está a atenção”; “Conhecer-me melhor, a saber o que tenho dentro de mim”;“A adormecer”;“A conhecer as emoções”;“Ouvir os sinais do corpo”; “Dizer coisas amáveis”; “Sentir-me melhor”.

 

 

O QUE DIZEM AS PROFESSORAS

“Ajudou-me a "manter a calma" em muitas situações do dia-a-dia. a conhecer-me melhor, a ter tempo para mim” Q1;

“Aprendi a acalmar-me e a ponderar as minhas atitudes” Q2;

“Adquiri técnicas para aplicar dentro e fora da sala de aula. Penso mais no momento presente e aplico o que aprendi para me acalmar” Q3;

“Também, tive oportunidade de aprender a cuidar mais do meu corpo e da minha mente. Atualmente, aproveito mais do momento presente, com atenção plena, e tenho maior capacidade de controlo e de escolha (por exemplo, não dialogar com os meus pensamentos e focar-me mais no momento presente) (...).” Q5

“Aprendi a ficar mais calma, a não reagir por impulso. O facto de "escutarmos" o nosso corpo, de repararmos na respiração,...ajudou muito a ficar mais calma, relaxada, concentrada...” Q6

“Melhorei a minha capacidade de agir perante situações de stress na sala de aula.” Q7

 

 

O QUE MUDOU NA SALA DE AULA

“temos mais momentos de pausa”

“sinto-me menos reativa”

“deixei de berrar. Agora fazemos uma pausa e tocamos o chime”

“Mantenho as práticas de gentileza e continuo a utilizar o material de apoio ao professor e repito alguns exercícios propostos”

“Mantemos pequenas práticas de mindfulness na respiração nos momentos de transição (manhã, depois do intervalo e depois de almoço)”

 

 

SOBRE A INSTRUTORA DO PROGRAMA:

Filipa Soares

Contacto: filipasoares@serintegral.pt | 925099196

 

PERCURSO FORMATIVO

• Formação Mindfulness para Crianças e Jovens pelo Mindful in Schools Project (UK), Mindful Schools (USA), Susan Keiser Greenland (USA) e Gina Biegel (USA) | 2014-2017

• Formação pessoal em Mindfulness com Saki Santorelli e Florence Meyers: Mind & Body Medicine (Centro de Mindfulness da Universidade de Massachusetts, E.U.A); Oren Sofen: Mindful Comunication (Mindful Schools, USA), Elisa Kozasa: CEB – Cultivating Emotional Balance (Ser Integral:Centro Português de Mindfulness, Portugal), Carla Martins: MBSR (Ser Integral:Centro Português de Mindfulness, Portugal).

• Licenciatura em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (2003).

 

PERCURSO PROFISSIONAL

• 2015- atual – Colaboradora do Ser Integral: Centro Português de Mindfulness com funções de professora de mindfulness para crianças e adolescentes.

• 2006- 2012 – Coordenadora de projetos nacionais e europeus e técnica de Redução de Riscos em contextos festivos na APDES: Agência Piaget para o Desenvolvimento

• 2004- 2006 – Técnica de Redução de Riscos com consumidores de drogas (escolas, contextos festivos e salas de consumo assistido) e trabalhadores de sexo na ABD – Associació Benestar y Desarollo (Barcelona)

• 2002- 2003 – Psicóloga e Técnica de Apoio à Vítima na APAV: Associação Portuguesa de Apoio à Vítima.

 

Copyright © Ser Integral 2014 - Todos os direitos reservados.

Produção e Concepção por: PTWS - Alojamento Web.